Carregando...
JusBrasil - Perfil
28 de julho de 2014

Elisa Petrillo

http://epc-advocacia-empresarial.weebly.com/ São Paulo, SP   •   São Paulo (SP)  

Consultora jurídica e empresarial há mais de 25 anos no mercado. Contencioso-Consultivo-Extrajudicial.
ADVOGADO ADV DE APOIO
Adicionou o tópico Direito de Família,

Agravo de Instrumento: AG 24079001806 ES 024079001806

AGRAVO DE INSTRUMENTO ALIMENTOS PROVISÓRIOS - BINÔMIO NECESSIDADE/POSSIBILIDADE - AÇAO NEGATÓRIA DE PATERNIDADE - PRESUNÇAO DE VERACIDADE DO REGISTRO DE NASCIMENTO - PATERNIDADE SOCIOAFETIVA - VERBA ALIMENTAR MAJORADA - RECURSO PROVIDO. 1. Alimentos provisoriamente arbitrados na instância de origem em 3 salários mínimos mensais insuficientes para atender as despesas básicas dos menores agravantes, tais como educação, plano de saúde e aluguel, além de outras indispensáveis à manutenção de sua subsistência e condição social. 2. De outro lado, o agravado, proprietário de um restaurante de médio porte, demonstra capacidade econômica para suportar o encargo alimentar, no montante inicialmente fixado (5 salários mínimos mensais), sem comprometer a sua própria subsistência. 3. Considere-se, ainda, o fato de a genitora dos agravantes estar sendo impedida pelo agravado de ingressar no estabelecimento comercial do qual ambos são sócios, fato narrado na inicial e não negado na peça de defesa (art. 302 do CPC ), ficando a primeira sem qualquer fonte de renda para contribuir à manutenção da sua prole. 4. A simples propositura de ação negatória de paternidade, conquanto fundada em indícios veementes capazes de convencer da verossimilhança da alegação (exames de DNA), porém colhidos extrajudicialmente, sem o crivo do contraditório, não elidem a presunção de veracidade dos registros públicos de nascimento dos menores. 5. Ademais, em nosso sistema constitucional, não há supremacia da filiação biológica na formação da família, sendo privilegiada a disseminação e proteção dos vínculos de afetividade entre pais e filhos (paternidade socioafetiva). 6. Recurso provido, para restabelecer os alimentos provisórios anteriormente arbitrados em 5 salários mínimos mensais, igualmente divididos entre os menores agravantes.

ou

×
Disponível em: http://advepc.jusbrasil.com.br/